domingo, novembro 17

Você está escutando? Já faz um tempo que eu não apareço, talvez não se lembre de minha voz. Eu sei, estive na sala de espera em silêncio durante o cantar dos segundos, mas acordei. Sinto como se uma faísca me acendesse por completo, eu só estava esperando o momento certo para te iluminar mais uma vez. Juro, não te abandonei, mas você precisava passar um tempo sem se apoiar tanto em mim, conhecer novas sensações e pessoas, saborear o desapego. Sentiu minha falta não é? Agora tenha calma, não digo que permanecerei para sempre, no entanto ficarei até onde seja necessário. Aproveite seu momento, pule, não se freie. A vida tem suas amarguras é bem verdade, ainda assim ela nos concede episódios tão doces que borram qualquer memória ruim, viva o agora. Se entregue!